Saúde animal de estimação

Doenças de armazenamento do sistema nervoso em gatos

Doenças de armazenamento do sistema nervoso em gatos

Doenças de Armazenamento do Sistema Nervoso Felino

As doenças de armazenamento são distúrbios metabólicos herdados caracterizados pelo acúmulo de certas substâncias em vários tecidos em quantidades anormais. As duas doenças de armazenamento mais comumente relatadas na medicina veterinária são as doenças lisossômicas e de armazenamento de glicogênio.

As doenças de armazenamento do sistema nervoso são deficiências herdadas de enzimas específicas, criando uma incapacidade de desempenhar funções metabólicas normais. Tanto cães quanto gatos podem ser afetados, embora a doença seja extremamente rara. Por ser um distúrbio hereditário, os filhotes e os gatinhos são mais comumente afetados.

  • As doenças de armazenamento lisossômico são mais comuns nos gatos Korat, siamês e doméstico de pêlo curto.
  • As doenças de armazenamento de glicogênio são vistas com mais frequência no gato da floresta norueguês.
  • O que observar

    As doenças de armazenamento lisossômico podem afetar muitos órgãos; no entanto, sinais neurológicos tendem a predominar. Preste atenção para:

  • Falha em prosperar
  • Ataxia (mau equilíbrio)
  • Convulsões
  • Intolerância ao exercício
  • Mudanças comportamentais
  • Visão comprometida

    Os sinais associados às doenças de armazenamento de glicogênio são frequentemente vagos e inespecíficos. Preste atenção para:

  • Falha no crescimento e desenvolvimento muscular
  • Desmaio
  • Convulsões
  • Diagnóstico de Doenças de Armazenamento Felino

    Raça e história clínica levantam um índice de suspeita. Seu veterinário provavelmente realizará os seguintes testes:

  • Hemograma completo (CBC)
  • Perfil bioquímico
  • Urinálise
  • Radiografias torácicas (torácicas) e abdominais
  • Ecografia abdominal
  • Biópsia de tecido
  • Medindo a atividade enzimática
  • Tratamento de doenças felinas de armazenamento

    A terapia com líquidos e eletrólitos de suporte pode ser necessária em pacientes fracos e desidratados.

  • O principal objetivo do tratamento com doenças de armazenamento de glicogênio é o controle e prevenção da hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue) com terapia dietética adequada.
  • É importante restringir a atividade e evitar escadas em pacientes com doenças de armazenamento lisossômico.
  • Os indivíduos afetados podem estar em alto risco de desenvolver infecções secundárias, portanto, devem ser monitorados de perto.
  • Cuidados e Prevenção Domiciliar

    Manter um bom plano nutricional no paciente é essencial. O monitoramento rotineiro do nível de açúcar no sangue, crescimento e hidratação é especialmente importante na doença de armazenamento de glicogênio. As doenças de armazenamento lisossômico são progressivas e, finalmente, fatais.

    Tenha cuidado, pois a consanguinidade aumenta o risco se o gene defeituoso estiver na família. Não crie indivíduos afetados e evite usar os pais dos indivíduos afetados em um programa de melhoramento.