Doenças condições de gatos

Malformações de Chiari em Gatos

Malformações de Chiari em Gatos

Malformações felinas de Chiari

As malformações de Chiari (também conhecidas como "malformações semelhantes a Chiari") são uma coleção de distúrbios neurológicos altamente herdáveis ​​que se acredita resultar de uma variedade de malformações do osso occipital do crânio.

Embora nosso entendimento seja limitado quando se trata de saber exatamente como essas doenças surgem, estão implicadas deformidades conformacionais do forame magno (o local pelo qual o tronco cerebral passa) e um aglomerado subseqüente das estruturas neurológicas sensíveis localizadas aqui.

Uma vez considerado raro, o aumento da popularidade do cão Cavalier King Charles Spaniels, juntamente com o aumento da disponibilidade de técnicas de imagem neurológica, nos levou a considerar a condição muito mais comum do que se pensava anteriormente. Embora raro, foi determinado que os gatos também podem ser afetados.

O que observar

O sinal clínico mais comum inicialmente observado em pacientes com malformação de Chiari é arranhar o pescoço ou os ombros. À medida que a condição progride, pode ocorrer perda de equilíbrio (ataxia), fraqueza e dor no pescoço.

Diagnóstico de malformações de Chiari em gatos

Idade e sintomas são geralmente considerados evidências para um diagnóstico presuntivo.

O diagnóstico definitivo, no entanto, só pode ser alcançado através da ressonância magnética do crânio e pescoço.

Tratamento de malformações de Chiari em gatos

O tratamento das malformações de Chiari é difícil para pacientes gravemente afetados. Para os mais afetados, o tratamento médico com esteróides (como prednisona) e / ou gabapentina provou ser um pouco eficaz - pelo menos inicialmente.

À medida que a condição progride, um procedimento chamado descompressão do forame magnum pode ser eficaz no alívio da pressão nas estruturas afetadas. Alguns pacientes podem receber um alívio vitalício dos sintomas após serem submetidos a este procedimento altamente especializado.

(?)

Custo veterinário associado a malformações de Chiari

Como o diagnóstico definitivo requer uma técnica de imagem de alta tecnologia, o custo do diagnóstico pode ser proibitivo para muitos donos de animais. Os custos típicos de uma ressonância magnética variam de US $ 1.000 a US $ 2.000.

O custo do tratamento depende muito da gravidade da doença. Se o gerenciamento médico for considerado suficiente, é provável que as despesas permaneçam abaixo de US $ 50 por mês para os medicamentos mais utilizados nesses casos.

O manejo cirúrgico através da descompressão do forame magno é considerado caro. Estimativas que variam de US $ 5.000 a US $ 10.000 são comuns.

(?)