Em geral

Como ensinar um cão a não se proteger contra outros cães

Como ensinar um cão a não se proteger contra outros cães

Vigiar é um instinto natural dos cães. Embora seja reconfortante saber que ele está te protegendo, ter seu cão de guarda contra outros cães pode ser um aborrecimento.

Passo 1

Observe seu comportamento e determine seus limites de tolerância. Alguns cães podem latir ou rosnar para outro cão assim que os avistam, outros podem simplesmente olhá-los antes de mostrar os dentes. A quantidade de tempo e distância que seu cão dá ao outro antes de ficar impaciente com ele determina seu limite de tolerância. O limite de tolerância é diferente para todos os cães. Alguns cães só podem ficar de guarda quando outro cão se aproximar de você, outros entrarão em ação se um cão chegar perto do portão do quintal. É importante também descobrir o que ele está protegendo. Os cães podem proteger seus brinquedos, sua comida, pessoas ou todos os três.

Passo 2

Anote os sinais que precedem a guarda. Por exemplo, ele pode reclamar, aguçar os ouvidos ou ir direto ao assunto de mostrar o quão duro ele é. É importante conhecer esses sinais para que você possa reagir prontamente para desencorajá-lo.

Etapa 3

Estabeleça uma cena de treinamento controlada. Remova todas as distrações, como comida, e desligue a televisão. Providencie para que uma amiga venha com seu cachorro. Use apenas um cão passivo e bem socializado.

Passo 4

Passeie com o cachorro pelo ambiente de treinamento. Pode ser no quintal ou na casa, se o limite de tolerância for muito baixo.

Etapa 5

Faça muitos elogios verbais enquanto ele for passivo. Mesmo que ele ainda não tenha visto o outro cão, recompense seu comportamento passivo. Isso ensina o cão que, quando ele está passivo, ocorre uma boa consequência.

Etapa 6

Continue a elogiá-lo e a alvoroçá-lo quando o outro cão aparecer.

Etapa 7

Monitore sua linguagem corporal. Remova os elogios e alarido assim que ele mudar para o modo de defesa. Use a guia para levá-lo embora. Não tente mandá-lo parar ou gritar com ele. Essa mudança em seu comportamento fará o cão pensar que você está alarmado e o incentivará a protegê-lo mais.

Etapa 8

Repita o exercício mais três vezes. Afaste-o novamente se ele se proteger do outro cão. Recompense-o com uma guloseima, elogios e alarido no momento em que ele permitir que o cão ultrapasse seu limite de tolerância original. O limite de tolerância pode ser o portão ou a porta da casa. Com repetição suficiente, seu cão aprenderá que quando passivo na presença de outros cães, ele recebe o estímulo positivo de alarido e elogio. Mas quando ele se protege, esses estímulos positivos são removidos. Isso é chamado de punição negativa.


Assista o vídeo: OS CÃES NUNCA MAIS FARÃO COCÔ NA SUA CALÇADA NEM NO SEU JARDIM (Julho 2021).